quarta-feira, 10 de agosto de 2011

A febre dos pré-hormonais…


Vamos falar de um caso sério?

O assunto sério é o uso de “suplementos” pré-hormonais. Exatamente aquelas substancias baseadas em androstenediona, pregnenolona e seus derivados que vem presentes em produtos como arimatest, m-drol, e tantos outros. Apesar de não encontrarmos produtos nacionais com estes componentes por serem proibidos pela ANVISA observamos uma gama enorme de importados, alguns até com o nome de medicamentos, usados para incitar o uso em busca de um físico mais musculoso (como todo produto direcionado para praticantes de musculação). Eles deveriam ajudar no ganho de massa muscular, mas a confusão que fazem no metabolismo do praticante de atividade física nos traz uma sensação de que não tem serventia no mundo do esporte muito menos algum tipo de indicação e no decorrer do texto vocês entenderão porque...

Pessoal, este em particular tem me preocupado bastante, porque a experiência de consultório vem confirmar algumas coisas que devido ao estudo da fisiologia eu sempre desconfiei, mas como não existiam estudos sérios a respeito do assunto, direcionados a esclarecer o real efeito do suplemento pré-hormonal no organismo humano, precisei deixar o tempo passar para depois poder formar uma opinião sobre o mesmo.

E o tempo passou, bem como pacientes vieram...

Pois bem, o que trago para vocês hoje são dados do nosso volume de atendimento em ordem de oferecer a vocês um pouco de informação frente ao bombardeio propagandístico que os produtos direcionados aos praticantes de atividade física, principalmente dos produtos importados, nos impõe nas lojas e dentro das academias...

Este texto pode soar antipático como “mais um médico falando mal de produtos direcionados aos praticantes de atividade física”, estilo os velhos “suplementos proteicos vão fritar seus rins e seu fígado” ou ainda “manga com leite é uma mistura mortal” (essa é a mais famosa – dicas de como você pode morrer se alimentando...) (o que ainda ninguém me explicou é como a creatina ficou proibida tanto tempo enquanto cigarro e álcool continuavam fazendo suas vítimas).

Primeiro que pré-hormonal não é suplemento. Se ele tem alguma função endócrina como informam, não pode ser suplemento, tem de ser classificado como medicação. Sendo medicação, devido a esta capacidade de afetar a produção de hormônios, elevando-a, então seu uso não deveria estar indicado originalmente ao esporte , mas deveria ter surgido nas prateleiras das farmácias como forma de tratar hipogonadismo (baixa função glandular) concorda?

Eu nunca vi nem tive notícia de alguém que tenha se apresentado a um médico e este tenha tratado o paciente com hipogonadismo com pré-hormonais produzidos por marcas internacionais famosas de suplementação alimentar...

Ainda não falamos de medicina, nem de fisiologia, falamos de bom senso: se a medicação aumenta nível hormonal, vamos dar para quem está doente também poxa vida... porque se além de “tratar” os níveis hormonais do esportista ele ainda “não faz mal como um hormônio”, que motivo mais precisamos para aposentar todos os hormônios de vez da face da terra como em toda boa evolução?

Quando questionamos o fulano que nos oferece ele tem uma reação inicial de agir como um indivíduo que acabou de gritar truco, mas pede para todo mundo marcar o ponto para ele sem mostrar as cartas porque ele não mente...

E a coisa é bem assim mesmo, porque quando você vai ler os componentes do produto, uma faixa muito bem constituída tampa a sua observação com os seguintes dizeres: PROPRIETARY BLEND, isto porque pelo FDA você não precisa divulgar tudo que tem no potinho... muito diferente alias da legislação da ANVISA que se colocou extremamente correta com relação a este tipo de produtos: negar sua venda no Brasil por falta de informações sobre o produto que atestem sua eficácia ou ainda a sua segurança...

A segunda reação do sujeito que insiste no uso do produto é falar que vale a pena porque o fulano ganhou X quilogramas de massa corporal. Bom pessoal, isto pode acontecer por outras razões que enumero para vocês para que reflitam sobre o assunto, senão este texto vai ficar extenso e chato:

1. efeito placebo

2. falta de conhecimento sobre todos os suplementos que a pessoa em questão está usando (porque hoje, normalmente, quem pratica musculação não usa apenas um produto em ordem de aumentar a sua massa muscular...)

3. efeito reforço (este eu vou explicar porque essa é boa... o sujeito vai 2,5x por semana na academia e por indicação de alguém ele começa a usar um pré-hormonal, mas de uma forma que, a pessoa que indicou orientou que, por se tratar de ser um pré-hormonal, este sujeito não deveria ingerir álcool... logo, a sequencia de acontecimentos é a que se segue: se ele não pode beber, corta-se a noitada de quinta, sexta e sábado, e já que sobra tempo e energia, este rapaz começa a ir na academia 5 a 6x por semana – para ocupar o tempo e “aproveitar” o efeito do produto – em contraste com as 2,5x que ele ia por semana para ficar batendo papo, fazer 10min de esteira, 1 série de bíceps e ir para casa comer pizza... falando em pizza, ele começa a pegar leve na alimentação porque, afinal de contas, está se esforçando na sala de pesos, compensa evitar as porcarias e então, nada mais do que de-repente-após-5-semanas em que o sujeito não ingeriu álcool, saiu das noitadas, treinou e cuidou da alimentação o que o fez melhorar foi justo um comprimidinho... soa inteligente não é mesmo???)

Minhas sinceras desculpas se você se encontrou aqui. Não quis ser rude, nem te fazer soar como chacota. Lembre-se que há tempo de mudar de atitude... mude sua atitude, mude seu físico e mude sua vida... (como eu e o Rodolfo Peres sempre falamos...).

Falando das razões fisiológicas o que te falo é o seguinte:

1. imaginando que seja mesmo um pré-hormonal, lembre-se que você tem hormônios masculinos e femininos e o pré-hormonal não é uma substancia inteligente que vai virar exclusivamente aquilo que você quer...

2. se é um pré-hormonal, tudo que é regulado hormonalmente no organismo é regulado pela lei do “feedback negativo”, ou seja, se você tem demais, seu corpo para de produzir e, de verdade gente, não sabendo como fazer voltar a produção de um determinado hormônio que foi substituido, não é muito seguro brincar com isso...

3. testosterona é o que menos regula a síntese de proteína no organismo em situações em que já dispomos da nossa massa muscular programada, ou seja, se você der testosterona para uma pessoa que sofre com carência deste hormônio, com certeza se ela apresentar como sintoma uma perda muscular, isso será revertido. Mas, não pense que, estando normal com sua capacidade genética, ela vai fazer você ganhar mais massa muscular do que o programado... existem coisas como o efeito supressor muscular da insulina quando liberada em excesso, somatomedina C, MGF e miostatina que têm sido estudados arduamente porque é neles que reside boa parte do segredo do ganho de massa muscular.

Agora falando de fatos:

Lamento toda vez que ouço na história clínica de um paciente que se queixa sobre desempenho físico insuficiente quando ele relata o uso de “pré-hormonais”, isso porque todos, sem exceção, tinham não só sintomas de hipogonadismo como exames comprovatórios dessa hipótese. Na realidade, o que deveria ser consequência do mal uso destes acabam sendo os principais efeitos colaterais do uso destas substancias – não estamos falando de efeitos adversos (que podem acontecer), estamos falando de efeitos colaterais (que acontecem) quando se usam essas medicações. Não há portanto como estabelecer um uso sem indicação, muito menos um uso indiscriminado porque, de fato, tais substancias não tem indicações de uso, e estão aí só como mais um produto feito para arrecadar dinheiro para a indústria, não para oferecer saúde, qualidade de vida e aumento da capacidade de física e de resultados como deveria ser a obrigação moral das empresas que trabalham nesse ramo...

O que devo ponderar por puro respeito à sua inteligência é que de fato alguns destes paciente atendidos poderiam já ter hipogonadismo antes de usar o produto e daí estamos associando situações pré-existentes a novos diagnósticos, agora, se assim fosse também temos que ponderar que o pré-hormonal, se funcionasse de fato, teria tratado o paciente, o que evidentemente não aconteceu porque o paciente acabou procurando um médico... e sabe o que me preocupa mais? Estima-se que apenas 25% das pessoas que usam estes suplementos notam seus efeitos colaterais nos primeiro 3 meses de uso (período na qual uma pílula de farinha faria o mesmo efeito motivador devido ao efeito placebo) ou seja, as pessoas seguem piorando sem notar não somente por um período de uso e sim por 3 meses! Ainda, destes que notam que estão com um problema, somente 50% procuram um médico enquanto os outros 50% tentam resolver o problema sozinhos ouvindo a indicação de colegas de academia sem fazer nenhuma investigação clinica ou laboratorial! Dos que vao ao médico somente 50% relatam o uso de substancias enquanto o restante tenta induzir o médico a fazer uma investigação laboratorial de forma cega com o argumento que não estão sentindo-se bem e que estão preocupados porque sempre tomaram muito suplemento! (mais uma razão para o clinico geral abominar suplementos alimentares – porque uma vez feito o diagnóstico sem o paciente contar a historia toda, ele acaba sendo levado ao raciocínio que suplementos alimentares causam uma diversidade de problema que na realidade só poderiam ser explicados de fato se o paciente contasse tudo o que usa ou já usou em busca de mais resultados...). Difícil tratar pessoas assim, não acha? Pois é...

E finalizando com a minha opinião, se me permitirem;

Não vale o risco, pois, mesmo que de fato os componentes se tornassem hormônios da forma desejada, o fato puro de se ter uma testosterona aumentada não resolve o enigma de ganhar músculos (até porque se testosterona resolvesse ninguém teria inventado pré-hormonais, já que o propósito é o mesmo...)

E o que discuto com vocês é na realidade o bom senso comum:

A coisa começa errada... a partir da situação da pessoa que acha que usar recursos hormonais vai solucionar todos os seus problemas de desempenho, mas, não tem coragem de utilizar esteroides clandestinamente, cria-se uma necessidade de se colocar algo no mercado que preencha esta lacuna. O mercado responde criando um esteroide que não é esteroide, mas que é esteróide (isso é muito louco até para mim...) onde a propaganda é justamente “aqui tem uma testosterona que não é testosterona para fazer mal, mas é testosterona para fazer o que se quer”.

Eu já ouvi essa história antes: acaba sendo a clássica “fumar eu já fumei, mas não traguei”.

Ponham a mão na consciência pessoal, ou melhor, na inteligência... é só usar o bom senso para não ter de usar a saúde e o bolso para pagarem pelo desespero de se atingir algo da noite para o dia...

Agora falta ouvir a sua opinião...

Um abraço com muita performance! (mas com muita saúde, claro)

Paulo Cavalcante Muzy é médico, ortopedista e traumatologista, especialista em fisiologia do exercício pelo CEFE-Unifesp / Escola Paulista de Medicina. Entre em contato pelo site www.performancecomsaude.com.br para discutir este e outros assuntos.

36 comentários:

  1. boa tarde Dr.Paulo,foi muito bom este seu relato,eu tenho loja de suplementos e pude entender melhor varias duvidas que eu tinha a respeito destes produtos.so me responda uma duvida,tribullos terrestre se encaixa entre estes produtos?qual o seu real efeito?porque é proibido pela anvisa?desde ja agradeço pela sua atenção.

    ResponderExcluir
  2. é isso ai galera aqui vc pode consumir o seu suplemento com segurança e saúde!!!

    ResponderExcluir
  3. Em ordem de orientá-lo a não utilizar esse termo tantas vezes

    ResponderExcluir
  4. Parabéns! ótimo texto.

    ResponderExcluir
  5. demorou escrever Dr. mas quando escreveu mandou muito bem. Não aguento mais a frase: "To tomando M-drol , é muito bom !" Temos um conhecido em comum que gostava de Arimastest que nem "Tic-Tac", diz isso pra ele...

    abraços

    ResponderExcluir
  6. Alessandro Nogueira10 de agosto de 2011 23:09

    Boa Paulo!

    Apesar da correria, vc sempre arruma tempo para nos trazer o máximo de informações sobre o nosso esporte/estilo de vida...o engraçado é que eu havia separado justamente esse assunto para conversar com vc na minha próxima consulta, pois percebi a excitação da molecada sobre o tal M-Drol...
    Agora ficou claro o real efeito desse tipo de substância no organismo.
    Parabéns e abraços!

    Alessandro

    ResponderExcluir
  7. Texto show de bola, muito esclarecedor. Realmente, a quantidade de produtos que encontramos no mercado de suplementos é gigantesca. Hoje o fácil acesso a produtos nacionais e importados (com fórmulas muitas vezes obscuras)acrescido dos "conselhos" da turma da academia podem trazer grandes riscos à saúde e performance dos atletas, afastando-os cada vez mais de seus objetivos. É pessoal, no fundo todos sabemos que o segredo mesmo está na boa e velha disciplina. Bom treino a todos! e juízo!
    Abs
    Fabio

    ResponderExcluir
  8. Bom, comprei o m-drol a pouco tempo justamente pela promessa de ganhar massa de forma mais "rápida" mas ja mudei meu conceito e acho que entendi o porque de poder ter uma ginecomastia, justamente pelo o que você falou sobre o pré-hormonal virar um hormônio masculino ou feminino...Bom não sei se por esse comentário posso ter uma resposta sua mas vamos lá, Treino a mais ou menos 6, 7 anos nesse período ganhei cerca de 30 Kg e de dezembro de 2010 a junho deste ano, por alguns problemas emocionais fiquei parado 6 meses sem treinar, acabei dando aquela velha muchada e a barriga deu aquela crescida, porém o peso manteve-se 90 Kg tenho 1.77, voltei faz dois meses agora, só que foi a primeira vez que investi pesado em produtos, e nesses dois meses treinando pesado com uma pausa de uma semana e meia porque passei mal , creio eu pelo volume de suplemento que tomei ofendeu meu figado, nesse período de treino ganhei 12 Kg na pausa que dei perdi 2 Kg, estou para voltar a treinar próxima semana, gostaria de saber se é possível uma opinião sua de qual seria a forma mais proveitosa de tomar os produtos que tenho em estoque, que são: Glutamina pó, Creatina pó, BCAA capsula, Insane pó, Albumina, Whey Protein, pro V 60, Mega Pack Nitro NO2, Mega Pack Vaso pump, levedura (acho que esse não faz mal), Extreme NO2, Thermo Cuts, e o m-drol qua ja cortei depois deste seu texto...qual seria a melhor forma de tomar esses outros? Valeu...

    ResponderExcluir
  9. Bem esclarecedor, estava justamente pensando em comprar um Mdrol. Meu medo era o figado, pelo visto esta é a menor das preocupações.

    E é possivel estender este mesmo raciocínio para aos esteróides de testosterona injetáveis? Só são efetivos em caso de hipogonadismo?
    Fica ai a sugestão para um artigo sobre mais um assunto polemico.

    Abraços dr.

    ResponderExcluir
  10. You pretty much said what i could not effectively communicate. +1

    My site:
    rachat des credit Rachat de credit

    ResponderExcluir
  11. Ótima dica Dr.Muzy, excelente trabalho o seu.A matéria ficou muito boa e esclareceu muitas ´duvidas, é bom para aqueles que fazem uso de Hormônios e anabolizantes, agora da para eles perceberem o quanto isso afeta o organismo, muito obrigado pela matéria e não deixa de postar mais.

    ResponderExcluir
  12. alessandra - Belém PA14 de agosto de 2011 18:28

    parabens pelo post! excelente! sempre acompanho seu blog e fico feliz de ter voltado a escrever nele!! Não nos abandone mais por tanto tempo hehehehe abraços

    ResponderExcluir
  13. muito bom mesmo!!! parabens, curti tanto que levei para o forum está em http://www.musculacaototal.com.br/forum/viewtopic.php?f=24&t=4116 passa la e ve os comentarios temos tbm bastante artigos sobre pre hormonais!!!

    aproveite e fale oq acha do nosso forum, queremos fazer ele se tornar o melhor do brasil com pessoas que saibam bem e conheçam, fazer um forum tipo gringo mesmo!!!

    abração

    t+

    ALEMÃO CATATAU

    ResponderExcluir
  14. Ótimo artigo! Concordo 100% com o que você falou. Eu vendo suplementos importados, mas NUNCA pré-hormonais, exatamente pelos motivos apresentados.

    ResponderExcluir
  15. Parabéns pela iniciativa e pela sinceridade com que escreveu sobre os pré hormonais! Com certeza muitas pessoas que não tem a força de vontade e a coragem de encarar a verdadeira face da vida bodybuild" se indentificaram com o que escreveu acima e quem sabe tu possa ter mostrado que este não é o melhor caminho... Você é fera como médico e tem uma conduta extraordinária perante todos os assuntos que envolvem o grande desafio de construir um corpo perfeito. Muzy acompanho seu trabalho já faz um bom tempo e tenho a tua conduta como exemplo no meu esforço em busca dos meus limites genéticos, sou um grande admirador do teu trabalho e sempre acompanhei a tua jornada pela internet, espero um dia conseguir marcar uma consulta contigo e poder te dizer isso pessoalmente. Um grande abraço, muito sucesso, e sempre muita performance com saude!

    ResponderExcluir
  16. Antes de mais nada gostaria de parabeniza-lo pela sua tragetoria admiravel, sou estudante d educaçao fisica e praticante do treinamento resistido a uma decada. Fico muito feliz pelo fato de a tecnologia possibilitar interaçoes como essas, quanto ao post feito, eu acredito que cada vez mais o marketing e as industrias vem agindo de maneira pesada e quem sofre com isso sao os desprovidos de informaçoes valiosas que norteiam a busca incansavel e insana por resultados concretos atraves do corpo. Infelismente a grana nao mi possibilita fazer uso d nenhum suplemntos, detenho 115kg, minha dieta si bseia em claras de ovos, frango e leite desnatado, sei q nao seria os melhores caminhos, mas é como posso mi virar e assim o faço, nao estou no melhor dos melhores pois realmente voce nao entenderá quao ardura é a minha realidade, alem do que aqui no interior da bahia o cenario é quase inexitente, sigo com minhas metas e obejtivos, mesmo que eu nao os alcance vou sempre segui-los e ficarei muito feliz e muito grato se um cara como voce pudr ler o que eu escrevi p mim ja sera uma satisfaçao incomensuravel. Sou muito seu fã cara e mais uma vez parabens pela trajetoria FORÇA SEMPRE, TECNICAS INDISPENSAVEL, um forte abraço

    ResponderExcluir
  17. gostei
    porem não intendi uma coisa se mandar mais testosterona para o corpo não resolve o que o anabolizantes fazem no corpo ???
    Abraços

    ResponderExcluir
  18. Excelente artigo!

    Doutor Paulo demora a postar, mas quando posta sempre vem com artigos excelentes.

    Parabéns!

    ResponderExcluir
  19. Excelente texto Muzi! Já estou enviando às minhas alunas, que expressam sempre um imediatismo qto aos resultados do treinamento para ganho muscular...uma pena pensarmos que ^panicats^ se tornaram modelos de corpo para as nossas clientes...nós profissionais sabemos o qto é moroso o trabalho e o qto é lento o retorno referente à estética corporal...Obrigada!!!!

    ResponderExcluir
  20. Grande Paulo Muzzy, como sempre arrebentando nos seus posters! cara você é um exemplo pra mim! obrigado pelas valiosas informações. grande abraçooo sucesso valeu!!!

    "Um homem fraco e burro é inútil, um homem forte e burro pode ser útil, um homem forte e inteligente é indispensável."

    ResponderExcluir
  21. Pois é, já critiquei muito alguns conhecidos meus que fazem uso de tudo quanto é dito "pré-hormonal", coisas como M-drol, H-drol, Darkcyde, etc. Sempre os digo, se é pra ficar fazendo TPC para usar o que estão chamando de suplemento, faça logo um ciclo de verdade (detalhe: eu sou contra o uso de EAs, pelo menos em mim).
    No mais, sempre gosto da forma ética e direta como os assuntos são abordados em seu blog. Parabéns, Muzy.

    ResponderExcluir
  22. Ainda bem que temos um médico amigo chamado Dr. Paulo Muzy.
    Adorei as claras explicações dadas aqui pelo mencionado médico. A fama desse medicamento chegou com força total em todas as academias do Brasil e no mundo. Mas poucos sabemos dos efeitos colaterais e adversos, mas "sabemos" que o "bicho é bom"(para não dizer o contrário). Sabemos que "alguns" aumentaram 20 quilos depois de sua administração (deve ser 20 quilos gordura...k). As postagens do Dr. Paulo deveriam está gravadas em mármore em todas as academias de tão importantes que são. A propaganda desses produtos é covarde pois atingi a vaidade e a falta de conhecimento das pessoas. Imaginem um produto com a seguinte promessa: "fique com um corpo de bombado, mas sem usá-las(as bombas)". É muito tentador, confesso. Pura ilusão. Adoro o altruísmo desse médico, que não está preocupado somente em usar seu conhecimento em benefício próprio. Vejam quantas milhares de pessoas desistiram de administrar o medicamento após lerem tal matéria.
    Confio nas palavras de Muzy até no escuro, vez que são produtos de pesquisas sérias.
    Na internet tem de tudo, fica difícil achar uma fonte responsãvel. Aqui vai a dica, leiam todas as postagens daqui do performance com saúde. Com certeza iram se dar muito bem nos treinos.
    Obrigado, Dr. Paulo, por divulgar assuntos tão importantes para nós fisioculturistas profissionais e recreativos. Esse último, meu caso.
    Abração.
    Elton Nogueira Brasil

    ResponderExcluir
  23. a consciência é de que são designer steroids ou seja nada de suplemento e sim bolas e muitas das vezes são mais agressivas q as tais bolas q tanto amamos...

    ResponderExcluir
  24. Bom texto. Dizer que alcool faz mal , nao impede as pessoas de beberem. Alias o Sr. toma uma cervejinha ? Qual e a quesatao, o uso de pre hormonails, hormonais, etc deveria ter acompanhamento medico, ciclo TCP, exames medicos ( nivel testosterona, figado, etc) para viablizar os mesmos. Provavelmente as pessoas que o Sr. atendeu simplemente engolram 2 ou 3 comprimidos por dia, em nenhuma orientacao. Aa ANVISA haiva proibido creatina por simples questao de semantica. Este ano liberou. Posso garantir que nao foi o centro de pesquisas da ANVISA que analisou profundamento a creatina para saber se tem efeitos deleteriosou nao. Foi apneas uma latracao no texto !

    ResponderExcluir
  25. Grande explicação Dr Paulo, gostei muito, a princípio, eu sou uma vítima destes pré hormonais, já usei há algum tempo e nunca mais minha libido foi a mesma, mesmo apesar deste tempo todo, vc ainda indica a ida ao médico para ver se agravou algum tipo de hipogonadismo ?

    ResponderExcluir
  26. Primeiro quero poder agradecer a voce pela atenção com os seus seguidores. Eu tenho 19 anos treino a 7 meses e ja tomei varios tipos de suplementos como Monster Pak, Creatina, BCAA, NO2 e em todo esse periodo 8 proteinas tive bons resultado sim estou todo definido mas ganhei muito pouco volume afinal adquiri apenas 2,5 quilos de massa magra. Treino pesado pra caramba com aacompanhamento do meu personal, cheguei a pensar em usar o M-drol mas depois dessa inciclopedia de pre-hormonais não tenho mais o porque de fazer isso. Quero poder pedir a opinião sobre a combinação que quero fazer em outubro que é No Shotgun, Animal Pak, Animal Test,Proteina da optimum, Creatina dimatyze, e por final um Hiper calorico. Se poder me ajudar de alguma forma com a sua opinão eu agradeço desde ja, muito obrigado pela sua atenção. Que Deus te abençoe...

    ResponderExcluir
  27. O texto está muitíssimo cansativo, mas... Eu conheço algumas pessoas que dizem ter tomado m-droll e gostado dos resultados. Acontece que, sim, você precisa fazer algum tipo de TPC (terapia pos ciclo), e precisa se cuidar muito bem; fazer exames, cuidar da alimentação...

    Quanto ao fato de que as pessoas podem ter passado a se cuidar mais quando tomaram um droll... nao sei se é verdade, pois vejo que algumas das pessoas que dizem tomar isso se cuidam MUITO BEM, levam treino e alimentação a sério.

    Eu já considerei tomar dado que faço musculação religiosamente e nunca tenho os ganhos que gostaria, mas... estou analisando os prós e contras.

    ResponderExcluir
  28. Roberto, desculpe-me pelo texto cansativo. Vou fazer o possivel para melhorar.

    quanto a terapia pós ciclo (vulgo tomei-o-que-achei-e-me-ferrei-agora-tento-consertar), só faz quem nao sabe o que está fazendo, ou sabe: fazendo cagada.

    eu já tenho uma estatistica diferente depois de 10 anos trabalhando com isso e 2700 paciente em acompanhamento por mes, que dividi com voce. Mas... se voce quiser fazer o que quer, fique a vontade e MUITO BEM pra voce.

    Mais, boa sorte, porque se voce nao construiu a propria casa ou conserta o proprio carro acho que pelo menos falta bom senso em fazer algo que a quantidade de estudo necessaria para se fazer direito seja bem maior do que analizar prós e contras a partir de foruns na internet. Abraço!

    ResponderExcluir
  29. Mais também o Doutor Paulo deve concordar que ficar de forma anormal com musculos extremos igual a um fisiculturista ou com fisico bem desenhado da forma que muitos querem é impossivel de forma natural, com dietas e suplementações corretas etc e tal ? Tudo tem um limite e nosso corpo também, e de forma regrada só é impossivel certo , por mais perfeito que seje seu conhecimento sua disciplina nunca ficará igual a um Fisiculturista ou desenhado. Mesmo eu acreditando que sempre podemos melhorar, melhorar não é realizar Milagre. Diante disso mesmo assim Parabéns pelo texto Verdadeiro e esclarecedor, eu li e achei Otimo.

    ResponderExcluir
  30. Acho que houve uma pequena grande confusão aqui... Lendo o texto, em vários momentos não sabia se se tratava de PRE-hormonais ou PRO-hormonais. Vi varios comentarios de pessoas que trocaram as bolas também. Premeiro de tudo: M-drol é PRO-hormonal, traz muitos ganhos e muitos danos também. Pre-hormonais são totalmente diferentes dos PROs. Os ultimos são, praticamente, hormonios sintetizados que são ingeridos ou injetados. Trazem vários efeitos colaterais que nem vou citar. Pre-hormonais são, com certeza, caracterizados como suplementos alimentares, pois a maioria não passa de algo muito similar a complexos de vitaminas e minerais. Mas por que usa-los? Simples, pela mesma razão de ingerir qualquer outro suplemento: deficit na alimentação. Sem hipocrisia, todos sabemos que, por mais que alguem se alimente bem, esse individuo nunca ingerá as quantidades suficientes de todas as substâncias necessárias para uma boa alimentação. Esse deficit é ainda maior para quem é praticamente de algum esporte como musculação. Sem falar que a maioria das pessoas não se alimenta adequadamente. Praticamente ninguém tem idéia da composição daquilo que está comendo. As mais interessadas ainda sabem diferenciar alimentos que contém lipídios, carboidratos e proteínas e só, pára por aí. Os suplementos visam cobrir esse deficit, que é o caso dos pré-hormonais. Hormônios, assim como fibras musculares, não são sintetizadas a partir do nada, mas necessitam de algum combustível. Portanto, vamos parar um pouco com esse sensacionalismo barato, que faz com que a população pense que tudo que vemos nas lojas de suplementos é "bomba", que faz mal. Pré-hormonais promovem a produção naturam de hormônios como o testosterona, do hGH e IGF-1. Portanto, não diminuem a produção natural desses hormônios. São os PRÓ-hormonais que diminuem ou cessam a produção natural. E não há nenhum relado (podem pesquisar) de pessoas que tiveram algum efeito colaretal utilizando tais produtos. Pois eles são seguros, desde que a dose recomendada não seja ultrapassada. E não há nenhuma substância ilícita (com exeção de alguns produtos importados) em sua composição que possa trazer algum dano à saúde ou que caracterize o pruduto como medicamento. Porém, diferentemente dos PROs, as pessoas não podem esperar efeitos a curto prazo dos PREs. Utilizando Pre-hormonais, a pessoa praticamente sempre está em equilibrio hormonal em seu corpo, ou seja, sempre em níveis maximos que o corpo pode e necessita produzir, NUNCA a cima. Para ter níveis mais altos, a pessoas deve fazer uso dos Pro-hormonais, o que é maléfico. Creio que esse sensacionalismo seja uma defesa, pois nenhum médico deseja que as pessoas consumam medicamentos e suplementos sem antes passar no consultório... Nada, nada, absolutamente nada presta sem uma receita médica, nem mesmo drops de vitamina C. E sim, o testosterona é o hormônio mais anabólico que existe e está DIRETAMENTE ligado à construção muscular. Seria uma tremenda mentira ou falta de conhecimento negar isso. Tanto que a maioria dos anabolizantes EAAs são derivados desse hormônio. Esperam que as pessoas tenha entendido de vez essa pequenina diferença entre pre e pro-hormonais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fear,

      tem realmente uma grande confusao.
      semantica, principalmente.
      Pre é algo que antecede e Pro é algo que reforça, pelo menos no dicionario de radicais greco-latinos que utilizamos no portugues.

      Para as empresas que fabricam suplemento tanto faz. quer dizer, faz... O que vender mais eles colocam.

      Nao existe pré-hormonio da mesma forma que nao existe pre-gravida, pre-louco, pré-corintiano, pré-certo ou pré-errado. Estas coisas sao ou nao sao, da mesma forma que uma substancia é ou não é um hormonio. Portanto, pre-hormonio é um nome bonitinho que no portugues chamamos de eufemismo - nome bonito para uma coisa feia.

      Pro hormonio nao existe mesmo... Seriam substancias que ajudariam a acao dos hormonios e tais substancias nao existem pela simples razao dos hormonios terem um mecanismos de controles chamado feedback, feedforward e controle autonomico adaptativo. Essas tres formas do corpo reagir ao excesso ou falta de hormonios descarta a necessidade de substancias que ajudem os hormonios porque sao precisos o suficiente para, inclusive durante o dia, a cada hora, dosar a necessidade de liberaçao hormonal. Hormonios sao liberado o tempo todo, o que acontece é que eles sao mais liberados, menos liberados ou simplesmente não liberados. Endócrinos mais experientes chamam isso de supressao, estimulação ou inibição e são situações provocadas por hormonios tambem e nunca por outras substancias.

      vou ficar devendo a explicacao completa porque escreveira um tratado de endocrinologia aqui e esse nao é o local e nem o motivo.

      mas falando agora de voce, nao tomaria nenhuma atitude em relaçao a como aumentar sua performance com base nos seus conhecimentos atuais bixo porque há uma boa chance de voce tornar-se um bom paciente em vez de um bom atleta.

      cabeça no lugar fio, pega leve...

      menos....

      Excluir
  31. Sou nutricionista e adorei o texto e quero comentar só uma coisa. O que acontece é que devido a programação do nosso organismo,com atividade física e boa alimentação, a massa muscular aumenta até um certo ponto. Até porque a genética não permite um aumento acima daquilo que o corpo suporta. E é isso que as pessoas não aceitam...porque elas querem ficar grandes e grandes. O uso de hormônios(seja lá pré ou pró), irá modificar com certeza o que não é ideal brincar com isso. Caso não se tenha nenhuma alteração hormonal que deva ser substituída com a orientação do médico. E como o Dr. Paulo disse, com o uso destas coisas é mais fácil virar paciente do que atleta.O melhor é não usar estas coisas e simplesmente promover a saúde. Grazielle Silva Nutricionista

    ResponderExcluir
  32. Òtimo texto,reais argumentos! realmente se aqueles que na atualidade vivem em prol de um pré-hormonal tivesse buscado informações como essas, com certeza iria se arrepender de fato, o problema é que justamente pelos resultados imediatos, seguidos da ignorancia de efeitos colaterais,propoê impossibilidade praticamente de 100% a prosposta de procurar um médico e esqueçer esses famosos "Comprimidinhos".

    ResponderExcluir
  33. Parabéns pelo testo.. Mas..
    Pré-hormonais e Pró-hormonais tem muita diferença.
    O que você chama de Pré-hormonal na verdade é Pró-hormonal.
    Isto é um erro que em minha opinião deve ser corrigido pois os pré hormonais como o tribulus terrestris não tem riscos ou contra indicações até hoje (vendo que o texto é de 2011)
    Pró-hormonais são muito diferentes dos pré-hormonais. Embora ambos tenham como resultado final o incremento das taxas hormonais no corpo, há uma diferença fundamental entre estes suplementos. Os pró-hormonais (Halovar, M-Drol, M-Stane, H-Stane, Reign Hardcore, Phreak, Trenevol, etc…) ao serem ingeridos se transformarão em hormônios quando metabolizados. Os pró-hormonais são uma fonte externa de hormônios.

    Os pré-hormonais (Tribulus Terrestris, P6 Extreme, Powerfull, Recycle, PCT Assist, etc…) são uma fonte interna, porque eles aumentam os níveis hormonais por meio da estimulação da produção natural de hormônios.
    Ah! Já estava esquecendo.. Já que você sitou, a ANVISA é ridícula e piada em outros países.. Muito mais politica do que estudos.. Uma vergonha..
    Mesmo assim muito informativo seu texto..
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Patrick, que bom que gostou do texto.
      todo composto tem risco. pode nao te matar, mas uma dor de cabeça que te impede de treinar é algo relevante e muitas pessoas tem essa reaçao com o tribulus que voce citou.

      quanto as modificacoes que voce cita dos pro-hormonais eu posso te falar que nao existem porque eu meço em consultorio. tenho exames de pacientes que usaram e que de fato nao mudaram em nada as suas doses séricas. gostaria de saber onde voce viu, fora o rótulo, que eles modificam essas dosagens.

      quanto aos prehormonais, eu te pergunto: o que seria uma fonte interna? e outra, tribulus nao aumenta taxa de testosterona - ele é um estimulante do SNC na realidade que provoca uma sensacao semelhante a um aumento hormonal porem mediada por mecanismos neurologicos. só.

      a ANVISA é um orgao que publico que tem erros e acertos e para mim, o que percebo é a unica coisa que impede o pessoal gastar mais dinheiro a toa comprando "suplemento" importado que nao cumpre o que promete... ela impede que a pessoa comum seja feita de boba, pelo menos na maioria das vezes e iso é louvável.

      Vergonha para mim é gente que lê rotulo e se acha em condicao de, a partir disso, indicar produtos justificando por acoes que eles nao fazem, ainda mais com a quantidade de informacao por aí. Sem falar que é sempre a mesma historia: a pessoa que compra volta a perguntar para quem indicou porque deu errado e o indicador poe a culpa em alguma outra coisa que a pessoa faz ou acaba inventando uma razao de sua cabeça para nao passar por incompetente, ignorante ou simplesmente leigo.

      Obrigado pela participação, abraço - Muzy

      Excluir
  34. Dr. Paulo Muzy, texto excelente, continue nos brindando com informações tão valiosas para os praticantes de atividades físicas. Na atualidade, temos muitos que oferecem e vendem os produtos elogiando rótulos, mas poucos são os que comprovam seus benefícios. Valeu mais uma vez, bom trabalho.


    Abração Boa Noite

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião ou questionamento!